sáb., 18 de jan.

|

Pacaembu

Inventores da Psicanálise: Karl Abraham

Coordenação de Karin de Paula, comentários de Felipe Lessa da Fonseca, Isabela Sancho e Vanessa Chreim.

Os ingressos não estão à venda
Ver outros eventos
Inventores da Psicanálise: Karl Abraham

Horário e local

18 de jan. de 2020 09:00 – 12:00

Pacaembu, R. Alm. Pereira Guimarães, 378 - Pacaembu, São Paulo - SP, 01250-000, Brasil

Sobre o evento

Karl Abraham foi um psicanalista alemão, e um dos primeiros discípulos de Sigmund Freud, com quem manteve correspondência. Em uma ocasião, Freud se referiu a ele como “meu melhor aluno”. Abraham, nascido em uma família judia próspera de Bremen, Alemanha, acabou seus estudos de Medicina em 1901 e entrou em contato com a Psicanálise em Zurique, através de Carl Gustav Jung. Em 1906, casou-se com Hedwig Bürgner, com quem teve um filho e uma filha. A filha do casal também foi psicanalista e escreveu a biografia do pai, intitulada “Karl Abraham, Biografia Inacabada”. Em 1907, instalou-se em Berlim e conheceu Freud, que o incorporou ao grupo de seus colaboradores mais próximos, os que formavam o chamado Comitê dos Sete Anéis (chamado assim porque cada um dos membros recebeu um anel de Freud como símbolo de sua confiança). Em 1908, fundou a Sociedade Psicanalítica de Berlim, que presidiu até sua morte. Sua iniciativa transformou-o no primeiro psicanalista alemão a ter um consultório psicanalítico particular. No Congresso de Munique da Associação Internacional Psicanalítica de 1913, Abraham coordenou a oposição contra Jung, substituindo-o provisoriamente após sua renúncia ao cargo de presidente da Associação. A partir do nono congresso presidiu a instituição durante quinze anos. Durante a Segunda Guerra Mundial, criou uma unidade psiquiátrica na frente oriental e esteve quatro anos a cargo da mesma. Foi analista de Melanie Klein entre 1924 e 1925, e preparou também outros psicanalistas ingleses. Na Alemanha, atuou como mentor de um influente grupo de analistas, como Karen Horney, Helene Deutsch e Franz Alexander. Morreu em 25 de dezembro de 1925, aos 48 anos, vítima de uma doença de pulmão.

Veja mais aqui.

Compartilhe esse evento